Eleições 2016: Conheça os pré-candidatos da disputa para prefeito de Atibaia

Beto Tricoli (PV) e Rodrigo Parras (PSDB) em convenção realizada neste domingo.

Neste domingo, 31 de julho, aconteceram as últimas convenções partidárias que definiram os nomes para a disputa eleitoral em Atibaia. A maior parte dos partidos deixou para declarar seus representantes no final do prazo.  As convenções reuniram centenas de pessoas.

Conheça os nomes que disputarão as eleições para prefeito em Atibaia: Beto Tricoli (PV) para prefeito ao lado de Rodrigo Parras (PSDB) para vice. Saulo do Gás (PSB) para prefeito com Emil Ono (PROS) para vice. E Ana Paula Beathalter (PMN) para prefeita com Milton Lopes para vice.

  • Beto Tricoli (PV) para prefeito ao lado de Rodrigo Parras (PSDB) para vice.
  • Ana Paula Beathalter (PMN) para prefeita com Milton Lopes para vice.
  • Saulo do Gás (PSB) para prefeito com Emil Ono (PROS) para vice.

Confira abaixo a reportagem do Atibaia News impresso do último sábado sobre os pré-candidatos estarem aptos à disputa eleitoral.

Pré-candidatos a prefeito de Atibaia estão aptos à disputa eleitoral

Todo eleitor sabe que quando iniciamos o período eleitoral muitas especulações vem à tona. Acusações de inelegibilidade, ficha suja, entre outros apontamentos de irregularidades nas candidaturas são alvo de divulgações. Boatos se espalham com muita facilidade.

Mas afinal, o que deixa um candidato inelegível? O que é um candidato ficha suja? Você sabe distinguir uma acusação falsa, de um fato real que envolve a Lei da Ficha Limpa?

O jornal Atibaia News trará nas próximas edições trará reportagens de esclarecimento sobre diversas questões eleitorais, para que você leitor e eleitor possa votar com tranquilidade e exercer seu papel de cidadão.

Ficha limpa ou ficha suja?

No atual cenário da política de Atibaia, alguns nomes são alvos constantes de acusação de “ficha suja”. Mas nenhum pré-candidato a prefeito de Atibaia foi enquadrado na lei.

Um político para ser enquadrado nesta lei precisa de condenação, e não apenas enfrentar processo judicial. Em Atibaia, um exemplo de condenação e inclusão nesta lei é o caso do ex-presidente do DEM local, Professor Wanderley, candidato a prefeito nas eleições de 2012. Wanderley enfrentou processo judicial, foi julgado e condenado. Hoje Wanderley não está apto para concorrer às eleições, nem ao menos para exercer o direito ao voto. Por isso seu nome não foi cogitado para as eleições deste ano. Um nome fichado na lei não consegue em hipótese alguma registrar candidatura ou disputar uma eleição.

Ficha suja é o SPC dos políticos

Para que seja possível um melhor entendimento, faremos aqui uma comparação ao cidadão comum e seus problemas com o SPC e Serasa.

Existe um sistema que bloqueia diversas ações a um cidadão mal pagador, o SPC. O mesmo acontece com um político “ficha suja”. Ele não consegue registrar sua candidatura ou até mesmo exercer o direito ao voto, isso mesmo, um “ficha suja” não pode nem sequer votar, além de sofrer diversas outras proibições políticas.

Não há como registrar uma candidatura se o nome estiver incluso na lei da Ficha Limpa. Todo e qualquer candidato que concorre em uma eleição está apto e não é ficha suja. Seu nome aparecerá na urna com foto, número de candidato e o voto do eleitor será válido.

A Justiça Eleitoral garante que não há como um político enganar os eleitores se dizendo ficha limpa quando o mesmo for pego pela lei. É como um cidadão com o nome sujo tentar um empréstimo no banco, seu nome aparecerá nos registros do Banco Central com restrições, devido a inclusão no SPC e Serasa. O empréstimo não será autorizado.

Eleitor fique atento, qualquer afirmação contrária é realizada com o intuito de confundir você. Não existe candidato ficha suja liberado para disputar as eleições. Se é candidato não é ficha suja. Se o político é ficha suja não concorre, não tem registro, não é candidato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *