Terça-feira, 20 de Novembro de 2018
Início / Notícias / Geral
Fonte:
22 de outubro de 2018
Pesquisa mostra aumento no índice de reprovação de carros durante a vistoria, após mudanças nas regras
Postado por Leni Barbosa

 

Pesquisa divulgada pela Assovis – Associação das Empresas de Vistoria de Mato Grosso do Sul indica o aumento de 262% no índice de reprovações de carros durante a vistoria entre os meses de junho a setembro deste ano. Só em setembro, o número total de vistoria foi de 10.696 veículos e 15,5% foram reprovados e outros 32,8% tiveram “apontamentos”, ou seja, quando algum item precisa ser analisado diretamente com os técnicos do Detran MS.

No mês anterior, agosto, dos 17.608 veículos vistoriados, 2,6% não foram aprovados e 39% tiveram “apontamentos”. Para o presidente da Associação, José Ruy Coutinho, os números demonstram a seriedade com que são feitas as vistorias e como as exigências são cumpridas rigorosamente.  “Desde agosto, as condições impostas para aprovar o veículo estão mais austeras. Antes, por exemplo, precisávamos fazer oito fotos para o laudo, agora são 18 e um vídeo”, explica Rui. “E não é só filmar se, por exemplo, o veículo está com a seta, mas se ela funciona corretamente para direita, esquerda. Não é só se tem limpador de para-brisa, mas se ele é acionado perfeitamente quando dado o comando. As novas regras nos impõem, inclusive, que tenhamos duas pessoas para vistoria, sendo uma só para filmar”.

Para o vice-presidente da Assovis, Gabriel Vit, as mudanças sistêmicas que modificaram a forma de incluir as informações no laudo de vistoria foram responsáveis pelo aumento no número de rejeições. “Até o semestre passado, eram realizadas as pré-vistorias e as não conformidades não eram lançadas no sistema. O usuário era informado das irregularidades e, após problema sanado, ele retornava na empresa credenciada em vistoria do veículo, passando pelo vistoriador e, só então saia o laudo aprovado”. Gabriel explica que, agora, todas as irregularidades são lançadas no sistema, onde as informações são armazenadas por cinco anos.

Em Mato Grosso do Sul são 39 empresas credenciadas e que realizam, em média, 15 mil vistorias por mês. São 400 colaboradores que atuam diretamente no serviço.

A habilitação de empresas para vistoria pelos órgãos de trânsito está amparada pela Resolução CONTRAN nº 466/2013. 


Compartilhe

0 Comentários

Escrever Comentário



(não será divulgado)







 
© 2009 MS NOTÍCIAS - Todos os direitos reservados