Domingo, 21 de Outubro de 2018
Início / Notícias / Política
Fonte:
13 de agosto de 2018
Simone Tebet do MDB desiste da candidatura ao governo de MS
Em carta renúncia ela alega que apelos feitos pela família fizeram com que desistisse da candidatura.
Postado por Leni Barbosa

 

Foto: (Alysson Maruyama/TV Morena)

Convenção do MDB em que Simone Tebet havia lançado sua candidatura ao governo de MS (Foto: Alysson Maruyama/TV Morena)

 

A senadora Simone Tebet, do MDB, desistiu da candidatura ao governo de Mato Grosso do Sul. A carta de renúncia foi encaminhada neste domingo (12) ao Diretório Estadual do partido no estado, que tem como presidente em exercício o também senador Waldemir Moka.

G1 tentou entrar em contato com o senador Moka e também com o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Júnior Mochi, que é tesoureiro do Diretório, mas até a publicação da reportagem não obteve o retorno.

Na carta, Simone alega que apelos feitos pela família fizeram com que ela desistisse da candidatura. Diz, entretanto, que confia na pujança e unidade do partido e dos aliados para manter o projeto político do MDB em Mato Grosso do Sul.

No documento, ela sugere ainda que o candidato a vice-governador de sua coligação, o procurador licenciado do Ministério Público Estadual, Sérgio Harfouche, PSC possa ocupar a “cabeça da chapa”.

Simone havia sido lançada candidata ao governo do estado na convenção do MDB em 4 de agosto deste ano, após ter recebido um pedido pessoal do ex-governador André Puccinelli, então pré-candidato do partido. Ele desistiu da pré-candidatura depois de ter sido preso no dia 20 de julho em um desdobramento da operação Lama Asfáltica, da Polícia Federal, sobre a suspeita de recebimento de propina em troca da concessão de benefícios fiscais a uma empresa do setor frigorífico. 

 

Confira a íntegra da carta de renúncia de Simone Tebet a candidatura do MDB ao governo de Mato Grosso do Sul.

 

Campo Grande, 12 de agosto de 2018.

Senhor Presidente,

Membros do Diretório do MDB/MS,

Como é do conhecimento de todos os membros deste Diretório, e de todos os companheiros emedebistas, nosso Partido estava, até duas semanas atrás, com a sua campanha totalmente estruturada em torno do nosso candidato natural ao Governo do Estado, André Puccinelli.

Um quadro de instabilidade atingiu nosso partido aqui em Mato Grosso do Sul, com a (em nosso entendimento) intempestiva intervenção judiciária num processo eleitoral que, até então, vinha se desenvolvendo nos marcos da normalidade.

Não posso – e os emedebistas e o povo sul-mato-grossense não podem – compreender como “normal” a prisão de um candidato a governador às vésperas da eleição, sem prévia condenação. Vimo-nos, então, obrigados a reagir a esse novo quadro de forma imediata, levados pela emoção e ainda chocados com as medidas que lhe foram impostas.

Foi, principalmente, devido a essa emoção, e respondendo ao apelo que me foi formulado pelo próprio André Puccinelli, que aceitei, em nossa última Convenção, a apresentação do meu nome como candidata ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.

Foi, como disse, uma decisão pessoal.

Desde então, outras considerações, apontadas por meus familiares levam-me a rever essa decisão.

Conhecendo meus problemas de ordem pessoal, recebi apelos contundentes da minha família para não ser candidata.

Assim, acatando ao apelo de meus familiares, renuncio, à minha candidatura ao Governo do Estado de Mato Grosso do Sul pelo MDB, mas reafirmo minha confiança na pujança e unidade do nosso partido e dos nossos aliados, para manter a viabilidade do nosso projeto político, que tem se mostrado, ao longo dos anos – e mesmo décadas –, como imprescindível para o desenvolvimento do nosso Estado.

Pág. 2/2

Se a opção for a escolha de um quadro partidário para ocupar a cabeça de chapa, quero lembrar o nome do companheiro Sérgio Harfouche, cuja competência e cujo compromisso com esse projeto não podem ser postos em causa.

Seja qual for a opção a ser adotada por esse Diretório, terá em mim uma militante aguerrida e disciplinada na defesa – volto a repetir – do nosso projeto político, que considero (e não precisaria dizê-lo) o melhor para a nossa gente.

Senadora Simone Tebet

Exmo. Sr.

Senador WALDEMIR MOKA

Presidente em exercício do Diretório Estadual do MDB/MS

Campo Grande/MS

G1 MS

Compartilhe

0 Comentários

Escrever Comentário



(não será divulgado)







 
© 2009 MS NOTÍCIAS - Todos os direitos reservados