Sábado, 24 de Fevereiro de 2018
Início / Notícias / Policial
Fonte:
6 de fevereiro de 2018
Em Bataguassu, Polícia Civil prende autor de assassinato que modificou cena de crime para parecer suicídio
Postado por Jessica Silva

 

Foto: Divulgação/Polícia Civil 

A Delegacia de Polícia de Bataguassu esclareceu um crime ocorrido na madrugada do dia 31 de janeiro deste ano quando MAIARA CRISTINA MARTINS DA SILVA teria se jogado de um veículo em alta velocidade, na rodovia 395, por ter se inconformado com o término do relacionamento amoroso que mantinha com CESAR RIQUELME DE OLIVEIRA (37).

Extremamente lesionada, a vítima foi encaminhada para atendimento médico especializado pelo próprio CESAR RIQUELME e, de imediato, a Polícia Civil iniciou uma série de diligências visando à apuração da verdade real dos fatos.

Mediante específicos exames periciais e diligências investigativas, foi possível se apurar que a versão apresentada por Cesar Riquelme não condizia com a realidade, sendo que se apurou que ele agiu ativamente na morte de Maiara tendo a atropelado, passando com o veículo por cima da vítima.

Foi apurado ainda que a vítima Maiara vivia verdadeiro estado de terror nas mãos de Cesar, o qual já a teria, inclusive, ameaçado de morte na posse de uma arma de fogo caso seu relacionamento terminasse.

Diante dos fatos, a Polícia Civil representou pela Prisão Preventiva e pela expedição de Mandado de Busca e Apreensão na residência de Cesar, sendo que o Ministério Público e o Judiciário de Bataguassu e manifestaram positivamente em relação à Prisão Preventiva, expedindo-se Mandado de Prisão na data de 2 de fevereiro.

Assim que expedido o Mandado de Prisão, Investigadores do Setor de Investigações Gerais da Delegacia de Polícia de Bataguassu, com apoio da Polícia Civil de Presidente Epitácio-SP, cumpriram o Mandado de Prisão em desfavor de CESAR RIQUELME, ainda no dia 02.02.2018, após complexa investigação para encontro de seu paradeiro – desconhecido desde a data dos fatos.

A Polícia Civil de Bataguassu contou com do Instituto Médico e Odontológico Legal de Três Lagoas e Polícia Civil de Três Lagoas e Polícia Civil de Presidente Epitácio-SP, os quais, com suas respectivas atuações colaboraram de tal forma que foi possível se concluir com êxito a prisão do suspeito.

A materialização do delito prosseguirá e, em breve, o Relatório final do Inquérito Policial será confeccionado, sendo o procedimento encaminhado ao Poder Judiciário e Ministério Público para, entendendo-se que seja o caso, prossiga-se o processo judicial.

Compartilhe

0 Comentários

Escrever Comentário



(não será divulgado)







 
© 2009 MS NOTÍCIAS - Todos os direitos reservados