Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
Início / Notícias / Esporte
Fonte:
6 de novembro de 2017
Praticar exercícios em grupo é melhor para a saúde do que treinar sozinho
Postado por Jessica Silva

 

iStock

Imagem: iStock

Todo mundo já sabe que ter um companheiro de treino dá mais motivação e inspiração, mas os benefícios não param por aí. Uma nova pesquisa descobriu que se exercitar com outras pessoas está relacionado a baixos níveis de estresse e a uma melhor qualidade de vida.

Realizado pela Universidade da Nova Inglaterra, na Austrália, o estudo pediu para que 69 estudantes se dividissem em três grupos: um fitness, um de saúde e outro de controle, que não realizou nenhum exercício regular que não fosse caminhar ou andar de bicicleta.

O primeiro grupo fez uma aula de HIIT (High-Intensity Interval Training, treino intervalado de alta intensidade, no português) por semana com diversas outras pessoas, enquanto o segundo fez atividades como levantar peso ou correr, sozinho ou com, no máximo, mais duas pessoas.

A cada duas semanas, os voluntários anotavam quais eram suas sensações de estresse e qualidade de vida mental, física e emocional. Ao final do estudo, após 12 semanas, os cientistas descobriram que o primeiro grupo, que suou em conjunto, teve mais pontos nas sensações positivas, melhorando a saúde mental, física e emocional e diminuindo o nível de estresse em 26%.

 

iStock
 
Vale a pena considerar participar de uma aula de fitness --especialmente aqueles que acham difícil se motivar a ir à academia por conta própriaImagem: iStock

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É possível que só o hábito de socializar com outras pessoas, ao invés de se exercitar sozinho, cause esses benefícios, segundo os pesquisadores. Eles também levantaram a hipótese de que aulas com música e exercícios variados também divertem mais os alunos do que rotinas de treino.

De acordo com os cientistas, reunir-se com outros para praticar atividade física poderia ser uma maneira de lidar com ambientes estressantes de alta pressão --como estudar para um diploma de medicina.

"Os benefícios de se juntar aos amigos e colegas e fazer algo difícil, enquanto um encoraja o outro, superam os de se exercitar sozinho", diz a autora do estudo Dayna Yorks. A pesquisadora ainda acredita que esse pode ser um meio para desestressar universitários: "As descobertas sustentam o conceito de uma abordagem mental, física e emocional da saúde que é necessária para estudantes."

UOL

Compartilhe

0 Comentários

Escrever Comentário



(não será divulgado)







 
© 2009 MS NOTÍCIAS - Todos os direitos reservados