Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017
Início / Notícias / NOVELAS
Fonte:
27 de setembro de 2016
Em "Velho Chico": Tereza pede o divórcio, e Carlos exige indenização por 'chifre'
Postado por Jessica Silva

 

Camila Pitanga (Tereza) em embate com Marcelo Serrado (Carlos) em cena de Velho Chico - Reprodução/TV Globo

Camila Pitanga (Tereza) em embate com Marcelo Serrado (Carlos) em cena de Velho Chico. REPRODUÇÃO/TV GLOBO

 

Tereza (Camila Pitanga) travará um duelo com Carlos Eduardo (Marcelo Serrado) no penúltimo capítulo de Velho Chico, na próxima quinta-feira (29). Presa legalmente ao ex-marido, ela contratará um advogado para tratar do divórcio. Só que o vilão não aceitará perder a "posse" da filha do coronel e ameaçará pedir indenização por ter sido enganado a vida inteira. Dessa vez, a chantagem será em cima da paternidade de Miguel (Gabriel Leone ). O ex-deputado alegará que foi traído pela mulher e que foi prejudicado em sua carreira política com revelação de que o agrônomo não é seu filho, mas, sim, de Santo (Domingos Montagner).

Assim que tiver um encontro com o novo Saruê, o advogado de Tereza contará que a conversa não foi amigável. Ela insistirá que vai partir para o processo litigioso. "Carlos não está disposto a abrir mão tão fácil, ou melhor, por pouco. Se você for adiante, ele pedirá indenização por danos morais e pode congelar todo o patrimônio de sua família até esse processo acabar", avisará o defensor, cujo nome do ator não foi divulgado.

O advogado contará que Carlos Eduardo alega ter sido enganado quanto à paternidade de Miguel, e a administradora explodirá de raiva. "Isso é um absurdo! Ele sempre soube que Miguel era filho de Santo", gritará ela.

No entanto, o defensor afirmará que é somente a palavra dela contra a dele. "Carlos é um homem público, foi deputado, hoje grande fazendeiro, a falsa paternidade teve um impacto imensurável em sua imagem e honra. Como seu advogado, Tereza, insisto que você encontre um meio-termo, você tem muito mais a perder do que tem a ganhar", avisará o representante jurídico.

Furiosa, ela irá à fazenda de sua família falar com o ex-marido. "Vim saber quanto você quer para acabar com essa palhaçada que você chama de casamento?", indagará ao político. "Pelo amor de Deus, Maria Tereza, nosso casamento não tem preço. Que tipo de homem você pensa que eu sou? Eu não entrei nisso por dinheiro, não vai ser por dinheiro que vou sair. Você é minha mulher e será minha para sempre", afirmará ele.

Pressão

"Se você entrar na Justiça, vou pedir uma indenização no valor de todo o patrimônio dos Sá Ribeiro. Conheço muitos juízes, Tereza, certamente um deles irá julgar nosso caso. E o caminho certo é continuar casada a mim", falará o mau-caráter. Ela sairá indignada do escritório. Sozinho, o ex-deputado esbravejará olhando para um retrato da ex-mulher.

"Já me arrependi, mas agora não me arrependo mais! Me arrependi do dia que mirei seus olhos e acreditei, por um instante, no amor que você dizia sentir por mim, me arrependo de ter acreditado que, um dia, seríamos felizes juntos! Mas não me arrependo de tudo que fiz e tudo que terei que fazer para ter você ao meu lado! Se não for para ter o seu amor, como eu sempre quis, que seja para ter a sua posse".

UOL

Compartilhe

0 Comentários

Escrever Comentário



(não será divulgado)







 
© 2009 MS NOTÍCIAS - Todos os direitos reservados